Associação NOMEIODONADA,
o apoio mais precioso!

 

Associação

A Associação NOMEIODONADA tem como objectivo serviços de apoio de natureza moral e material a pessoas e grupos que deles careçam, nomeadamente a pais e familiares com vivências em Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos, promovendo um equilíbrio bio-psico-social e familiar, prosseguindo o bem-estar destes através da solidariedade e ajuda a que a associação vai desenvolver e prosseguir.

Para a realização dos seus objectivos a associação propõe-se criar e manter diversas actividades, como:

  • Disponibilizar apoio de natureza psicológica aos pais/família.
  • Facilitar o processo de comunicação entre os pais e profissionais.
  • Articular os apoios sociais locais de forma a responder as necessidades dos pais/família.
  • Disponibilizar os recursos necessários ao processo de adaptação dos pais/criança
  • Apoiar o luto.

Consulte os Estatutos da Associação NOMEIODONADA

Consulte os Documentos da Associação NOMEIODONADA

Associação NOMEIODONADA
Teresa Fraga
Teresa Fraga
Presidente
José Couceiro Costa
José Couceiro Costa
Tesoureiro
Madalena  Pacheco
Madalena Pacheco
Secretário
Fernanda Leitão
Fernanda Leitão
Suplente
Allegro Sollari
Allegro Sollari
Presidente
Paula Cristina Fernandes
Paula Cristina Fernandes
Vice-Presidente
Paula Neutel
Paula Neutel
Secretário
Joaquim Rocha
Joaquim Rocha
Suplente
Marcelo Calçada
Marcelo Calçada
Presidente
Inês Fraga Tavares
Inês Fraga Tavares
Secretária
Matilde Eça de Queiroz Couceiro
Matilde Eça de Queiroz Couceiro
Vogal
Ilda Santos
Ilda Santos
Suplente

Unidade de cuidados continuados e paliativos pediátricos

A associação NOMEIODONADA quer abrir a primeira unidade de cuidados continuados e paliativos pediátricos no país, em Matosinhos. Com esta unidade várias crianças vão poder receber mais apoio enquanto estão internadas. A primeira unidade de cuidados continuados e paliativos pediátricos de Portugal vai localizar-se no concelho de Matosinhos. A associação NOMEIODONADA está a reabilitar uma casa vazia em São Mamede de Infesta e transformá-la numa unidade de apoio a crianças com necessidades especiais que permaneçam internadas durante muito tempo.

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) precisa de um local mais acolhedor do que um hospital para receber crianças com doenças crónicas e necessidades especiais. As crianças com estas necessidades, não têm recebido a devida atenção e ficam internadas por longos períodos de tempo nos hospitais. Com vários técnicos do SNS envolvidos na associação, os seus membros têm noção da realidade em que estas crianças e jovens até aos 18 anos vivem em Portugal.

Saiba mais sobre o Kastelo Marta Ortigão nesta ligação

Casa Marta Ortigão

A Missão Sorriso
apoiou esta causa!

Continente Missão Sorriso